“Pelo Tejo vai-se para o Mundo”, Alberto Caeiro

São tempos estranhos os que vivemos. Este recém criado “novo normal” exige de nós uma constante adaptação a esta caótica mutabilidade que nem sempre é fácil de gerir, profissional e emocionalmente. Mas também são estes os tempos em que precisamos de parar para recordar o que nos fez começar. Para nós foi o amor pelas artes e ofícios, sobretudo pela encadernação. Os livros e cadernos sempre foram uma constante na nossa vida e a Casa D’Amendoeira é a nossa forma de partilhar com o mundo essa arte e paixão.

Há sempre avanços e recuos num processo criativo mas é isso mesmo que torna tudo tão emocionante e assustador. E este não foi diferente.

Qual o melhor papel? Será que irá funcionar desta forma? Bom… isto não funciona assim, temos que encontrar uma nova forma! Cada TEJO é um objecto criado pelas nossas mãos, nascido deste processo, que perdurará no tempo muito depois de sair do nosso atelier e tornar-se fiel depositário da criatividade de outros.

O caderno TEJO é uma nova partilha do nosso prazer em brincar com estruturas e formas. Este tipo de encadernação, a leporello, era algo que já tínhamos feito a título particular mas que nunca tinha sido integrada nas nossas coleções. Constantemente adiado e colocado na gaveta, encontrou agora a sua oportunidade nestes tempos sinuosos. E daí o seu nome, TEJO. E pelo TEJO vai-se para o Mundo dos amantes do desenho e journaling, dos que adoram criar as suas próprias memórias e procuram um fiel companheiro de viagem. E, no final, que mais podemos querer do que fazer parte dessa viagem?

Ficha Técnica

O TEJO é o caderno ideal para todos aqueles que adoram viajar e criar memórias através da ilustração ou journaling. Pensado para ser o companheiro ideal de viagem e de aventureiros urbanos, tivemos em conta vários fatores na sua concepção:

Tamanho:

Leve e compacto cabe dentro da mochila, mala ou mesmo no bolso de um casaco. O seu tamanho foi pensado na mobilidade dos nossos dias, essencial para quem gosta de ter um caderno sempre à mão, seja em casa ou na estrada. E a pensar em quem gosta de reunir memorabilia nas suas andanças, juntámos um bolso lateral para preservar essas lembranças.

Resistência:

A capa rígida permite uma maior resistência ao manuseamento, para além de dar suporte quando desenhamos.  A isto aliámos o encapamento em eco-leather (cortiça), ideal para proteger o caderno dos elementos para além de ser amigo do ambiente.

O fecho com elástico permite manter o caderno fechado e o teus desenhos e criações protegidas.

Miolo e Encadernação:

A encadernação em leporello, ou acordeão, faz com que este caderno tenha a versatilidade de permitir desenhar pequenos detalhes a autênticas paisagens panorâmicas. Na verdade, a criatividade é o único limite.

O miolo, feito com folha de 50% de algodão e 250 grs, é adequado para várias técnicas de desenho e mixed media. Como o papel é livre de ácidos, garante maior longevidade sem amarelecer.

Por ser um caderno feito artesanalmente pelas encadernadoras da Casa D’Amendoeira, o TEJO permite uma série de personalizações no papel e dimensões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *